domingo, 19 de fevereiro de 2012

Coração de Gelo



Coração de Gelo,


o tempo te moldou,


as mil vidas que tiveste,


as milhares e milhares de batidas,


as paralisias e pasmos que sofreste


e hoje já não te abalam,


Coração de Gelo,


te fizeram forte, frio,


insensível,


tão indiferente


aos desalentos meus....


E a culpa é minha!


Meu mau é ter um coração quente


jovem e apaixonado


que ainda bate,


que é capaz de sentir,


amar, sorrir, gozar,


sofrer, chorar,cair


[cair


em infarte suicidamente amoroso.



Quando meus olhos anoitecerem,


Coração de Gelo,


não derrame nenhum granito por mim


já será tarde para eventuais sentimentalidades,


deixe-me apenas dormir


no leito com sete palmos coberto de flores,


até o meu coração tornar-se tão frio e estático quanto o teu


[Coração de Gelo.

T.